www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO

APOIOS E SIMPATIAS
Clique nas imagens e saiba mais sobre cada um deles



-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------

/Eventos


 Concepção, roteiro e direção geral: Yeda Dantas
Arranjos e direção musical: Thiago Assis

O Bando Gigantes da Lira apresenta no Teatro SESC Tijuca (Rua Barão de Mesquita, 539) neste final de semana, dias 12 e 13 de dezembro, às 11 horas da manhã, com entrada gratuita, o auto natalino "Natal do Gigantes", uma tradição desde 2003.

Sem desviar da origem carnavalesca e reafirmando a marchinha do Cordão do Bola Preta ("Quem não chora não mama"), no "Natal do Gigantes" o menino Jesus chora e mama - cena estrelada pela recém nascida Luiza Antello Brasil, filha dos atores que interpretam José e Maria no espetáculo.

O Gigantes da Lira, ao longo de 11 anos, afirma seu perfil como um movimento lírico circense junto às crianças, famílias, músicos e artistas de teatro e circo, através do seu pioneiro bloco do folião mirim, que esse ano de 2009 atraiu para as ruas de Laranjeiras cerca de quinze mil pessoas, entre crianças, papais, vovôs, artistas dos mais variados segmentos, formadores de opiniões, enfim foliões de todas as idades da cidade do Rio de Janeiro.

O "Natal do Gigantes" é um espetáculo totalmente musical, delicado, sem nenhum texto falado, que une ingredientes dos genuínos folguedos populares, o circo, uma pesquisa musical que mescla músicas clássicas, canções do repertório natalino rural e urbano, somados a músicas do universo pop, numa linguagem que encanta e emociona platéias de perfis diversificados e de todas as idades.

O espetáculo abre anualmente um encontro artístico e um leque de trabalho para 30 pessoas, reunindo artistas profissionais - e alguns em formação - de diferentes gêneros, como músicos instrumentistas, cantoras de coro, cantora lírica, atores, circenses, artistas plásticos e técnicos.

Anualmente é incluída uma jovem família com um filho(a) recém-nascido para os papéis da Sagrada Família. Esta família tem sido invariavelmente casais de artistas do nosso Bando que, literalmente, encontram-se em franca reprodução.

O Natal do Gigantes reforça nossa vocação de agregar pessoas, contando num coletivo a história do Natal e festejando o Final do Ano, num misto de paz e alegria em sintonia com o público.


SINOPSE

A cena abre com as pastorinhas cantando "Lá vem o Boi" acompanhadas de uma percussão de palmas. Seguindo, os quatro músicos (piano, violão flauta e bateria) começam a tocar a popular "As pastorinhas" no formato instrumental, apresentando cinco afinadíssimas pastorinhas que cantam em coro junto com o público.

Esse grupo musical cantará a milenar história do nascimento do menino Jesus.

Surge a "estrela guia" evoluindo em uma lira no ar, ao som da canção "Uma estrela renasce no céu" do cancioneiro do Pastoril popular.

Ao som de "Serenata noturna" de Mozart, tocada de forma instrumental, entram na cena dois Anjos da Anunciação com grandes asas e cabelos azuis, executando uma coreografia sobre pernas de pau agitando fitas da ginástica olímpica.

O ritmo muda e as pastorinhas cantam "Meu São José", um clássico do repertório do Pastoril. Surge na cena um casal de brincantes com seus boizinhos (dos folguedos de Bumba-meu-boi). Eles dançam e brincam entre si e com a platéia. Na sequência, os boizinhos são cenicamente posicionados, assumindo os papéis de burrinhos de presépio diante da manjedoura.

As pastorinhas cantam um clássico da MPB - "José", versão inesquecível de Rita Lee - e o casal continua com brincadeiras lúdicas. Em clima romântico, se aproximam, se tocam as mãos e se unem, transformando-se em José e Maria junto à manjedoura.

Surge uma bela Cigana (personagem marcante do Pastoril), trazendo nos braços uma criança (5 meses), ao som da música "Jesus, Alegria dos Homens", composição de Bach. A cigana entrega majestosamente a criança a Jose e Maria.

Ao sair, a cigana(cantora lírica) intensifica o encantamento ao interpretar à capela a original "Ave Maria", de Gounod , em latim.

As pastorinhas mudam o clima com a música "Estrela do Norte", do repertório do Pastoril, para a chegada dos três Reis Magos - palhaços que produzem muita algazarra e humor à procura da estrela guia. Convencidos de que aquela é a estrela, aquele é o lugar e aquela é a criança, saúdam o menino Jesus, aos braços de Maria, e ofertam-lhe os seus presentes.

José acalanta o menino enquanto nosso maestro Thiago Assis canta "O filho que eu quero ter", de Vinicius de Moraes e Toquinho, enquanto as pastorinhas se aninham a Maria que recebe de volta o menino Jesus e o amamenta ao som de "Bachianas nº 5, de Villa Lobos.

A encenação é finalizada com as pastorinhas cantando "Feliz Natal", de Villa Lobos, e um perfeito presépio vivo é formado.

Depois daí, tudo se transforma numa festa coletiva ao som do repertório natalino tradicional, em ritmo de marchinha carnavalesca, quando elenco e público cantam e dançam juntos.

BANDO GIGANTES DA LIRA

Concepção, Pesquisa Musical e Direção Geral - Yeda Dantas
Arranjos e Direção Musical - Thiago Assis
Figurinos - Valéria Martins e Yeda Dantas
Adereços - Ana Lana Gastelois e Jefferson Barbosa
Iluminação - Paulo Denizot

Quinteto musical :
Joana Saraiva - Flauta e saxofone
Mariana Serra - Clarinete
Rafael Meire - Violão de 7 cordas
Thiago Assis - Piano elétrico e cavaquinho
Igor Higa - Percussão e Bateria

Pastorinhas :
Fernanda Lopes
Juliana Maia
Lina Santoro
Mariana Serra
Taiana Machado

Personagens símbólicos:
Estrela - Vanda Jacques
Anjos da Anunciação - Guilherme Stutz e Michelly Ferreira
José e Maria e menino Jesus - A jovem família de Felipe, Cristiana e Luiza Antello Brasil
Cigana - Mona Vilardo
Gaspar - Breno Sanches
Balthazar - Wander Paulus
Melchior - Jefferson Barbosa

Produção: Motta Lima Produções e Comunicação Ltda. 

REALIZAÇÃO: GIGANTES DA LIRA

 

 








PATROCINADORES
Clique e saiba mais sobre eles












REDES SOCIAIS








FOTOS DO BAIRRO



Clique na foto...





© 2005 - 2019 Isabel Vidal
Todos os direitos reservados



Festas e Eventos