www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO



A Arte Zen
Detalhes
Gastronomia
Notícias do bairro
Peripatos






Matérias publicadas de 2005 à 2007 sobre:
Bairro
Cultura
Gente



APOIOS E SIMPATIAS
Clique nas imagens e saiba mais sobre cada um deles



-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------

/Notícias do Bairro

O GLOBO - 04 de abril de 2006

PMs atiram contra assaltantes em Laranjeiras

Daniel Engelbrecht

Dois bandidos com uma pistola de brinquedo assaltaram na manhã de ontem uma padaria na Rua General Glicério, em Laranjeiras, e foram surpreendidos por policiais militares que iam tomar café. Na fuga, um deles foi baleado na perna e o outro invadiu uma escola municipal, onde roubou um uniforme da Comlurb. O disfarce, porém, não deu certo: ao sair da escola ele foi reconhecido pelos policiais e também acabou preso. Dois carros que estavam estacionados na rua ficaram com marcas de tiros.

O assalto aconteceu por volta das 7h30m. Numa moto, Armando Castilho de Albuquerque Neto, de 23 anos, que tinha passagem pela polícia por assalto a banco, e Alan Antonio Bonfim, de 27, pararam em frente à padaria Rainha das Laranjeiras, na Rua General Glicério 407, e ficaram por alguns minutos observando o movimento. O dono do estabelecimento, o português Antônio, que pediu para ter o sobrenome omitido, chegou a desconfiar dos dois.

- Eles ficaram uns sete minutos parados em frente e depois saíram. Mas pouco depois voltaram e um deles colocou a pistola na minha cabeça e me mandou abaixar. Ele me deu uma coronhada e disse que eu ia morrer - contou.

Os ladrões queriam o dinheiro do fim de semana, mas Antônio entregou apenas o que tinha do movimento do dia, cerca de R$ 300. Nesse momento uma patrulha do 2 BPM (Botafogo), que faz a ronda em Laranjeiras e no Cosme Velho, parou em frente à padaria.

- Eu ouvi o barulho do cano de descarga do carro dos policiais, que costumam tomar café na minha padaria sempre, mas não pude fazer nada. Os bandidos então esconderam a arma e saíram como se fossem fregueses - disse o proprietário.

Antônio fez sinal para os PMs de que a padaria tinha sido assaltada. Os PMs deram ordem para que Armando e Alan, que caminhavam em direção à Rua das Laranjeiras, parassem. Dois tiros chegaram a ser disparados para o alto, mas eles correram. Para tentar cercar os fugitivos, um policial contornou o quarteirão com a patrulha, enquanto o outro iniciou a perseguição a pé. Segundo contou um PM na delegacia, um dos bandidos sacou a arma de brinquedo, o que o levou a atirar.

Tiros atingem dois carros estacionados

Alan foi atingido na perna e preso a poucos metros da padaria. Ele foi levado para o Miguel Couto. Um tiro acertou o carro de um morador do edifício em frente, que estava estacionado próximo da esquina da Rua General Cristóvão Barcelos. O Monza de Dalva Timóteo, que vende lanches na mesma esquina, também foi atingido por dois disparos. Uma bala perfurou o vidro do motorista e se alojou no painel e a outra perfurou o pára-brisa.

Armando aproveitou o tumulto para entrar na Escola Albert Schweitzer, da rede municipal de ensino, que fica a cerca de 50 metros da padaria, no meio de pais e alunos que buscavam abrigo. Ele abordou o gari André Luiz Santos, de 30 anos, que cuida da limpeza da unidade, e mandou que ele pegasse um uniforme da Comlurb.

A manobra não deu certo. Tão logo deixou a escola, Armando foi reconhecido e preso pelos policiais, que também acharam a arma de plástico abandonada num canteiro. O caso foi registrado na central de flagrantes da 10 DP (Botafogo). O delegado substituto, Felipe Ettore, defendeu a atuação dos PMs:

- Eles agiram corretamente. Vendo-se ameaçado por uma arma que ele não sabia ser de brinquedo, o policial atirou na direção dos membros inferiores do criminoso.

O tiroteio deixou assustados moradores da rua. A aposentada Maria, de 70 anos, que não quis informar o sobrenome, disse que acordou sobressaltada com o barulho:

- Foram oito tiros.



NOTÍCIAS
publicadas em:

------------------------
2016
------------------------
2015
------------------------
2014
------------------------
2013
------------------------
2012
------------------------
2011
------------------------
2010
------------------------
2009
------------------------
2008
------------------------
2007
------------------------
2006
------------------------
2005
------------------------





PATROCINADORES
Clique e saiba mais sobre eles












REDES SOCIAIS








FOTOS DO BAIRRO



Clique na foto...





© 2005 - 2019 Isabel Vidal
Todos os direitos reservados



Variedades