www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO

HOME Notícias semanais

CULTURA E TURISMO

ENDEREÇOS NO BAIRRO
Atividades físicas
Bares e Restaurantes
Cafés, Lanches e Sucos
Comércio e Serviços
Estabelecim/ de Ensino
Hospitais e Clínicas

FESTAS E EVENTOS

MATÉRIAS E NOTÍCIAS

MURAL DO BAIRRO

TRABALHOS SOCIAIS E
ASSOCIAÇÕES


UTILIDADE PÚBLICA

VARIEDADES
Anuncie no Bairro
Contato do Bairro
Blog do Bairro
Detalhes do Bairro
Fotos do Bairro
Informativo do Bairro
Twitter do Bairro



AMAL

Capa da Folha
Onde encontrar
Expediente



MACRO E MICRO

Gilson Nazareth
Mestre em Educação IESAE - FGV
Doutor em Comunicação e Cultura ECO - UFRJ


O Homem brasileiro pertence a uma civilização e não a uma raça. Nossa pertença é cultural e não étnica. Nossa civilização, tomada aqui o termo como cultura coletiva é ocidental, latina, ibérica, lusíada-cristã e, no nosso caso específico, luso-brasileira...


Cinema nas Casas Casadas já tem dono

Concessionário pede mais tempo para conclusão das obras enquanto Prefeitura não promove nenhuma atividade cultural

Fábio Amaral / Minas de Idéias

Daniel Leite trabalha com finalização de filmes e ganhou a licitação dos cinemas e do anexo Primeiro a sociedade de Laranjeiras batalhou pela restauração das Casas Casadas, localizada na rua Leite Leal. Quando todos imaginavam que o problema estava solucionado com a inauguração das Casas em 2006, eis que surge um segundo problema. O espaço que deveria ser administrado pela prefeitura para oferecer aos moradores uma opção de lazer e cultura, acaba se tornando sede da RioFilmes e as inúmeras salas encontram-se até então desocupadas.
Durante alguns meses a Secretaria de Cultura divulgou que ali seria um espaço para cinema, exposições, entre outras atividades. Quando viu que não conseguiria cumprir o prometido, a prefeitura abriu licitação para alguns espaços.

Licitação sem interesse

O primeiro a ser licitado foi o anexo que contempla um café, livraria, loja de cd’s e dvd’s e uma varanda com vista privilegiada. Este já está quase finalizado e a previsão de inauguração é para o mês de julho, segundo informa o concessinário Daniel Leite. O outro processo de licitação aconteceu há quatro meses e foi referente às duas salas de cinema e a uma sala multiuso. A primeira convocação não despertou o interesse de ninguém. Somente na segunda convocação que o próprio Daniel Leite apresentou a documentação necessária para garantir o espaço.

- Na primeira licitação eu estava torcendo para que algum exibidor tradicional ganhasse a concorrência para tocar o negócio. O fato de trabalhar com cinema e poder fazer isso dentro das Casas Casadas foi o que me motivou para ocupar o espaço – diz Daniel, que tem em seu currículo mais de 50 curtas metragem e alguns longas onde trabalhou como finalizador.

Prazo irreal

Mas a batalha de Daniel para inaugurar o tão sonhado cinema não será nada fácil. Ele ganhou a licitação há quatro meses e a prefeitura deu um prazo de apenas seis para que fossem concluídas as obras.

- É um prazo irreal. Desde o início eu já sabia que não seria viável. Agora estou tentando uma audiência com o secretário de cultura para prorrogar esta data – conta Daniel.

Outro problema que Daniel encontrará assim que inaugurar o café será o fato das Casas Casadas ainda não ter uma programação que atraia o público do bairro. O valor do investimento é de R$ 500 mil.

- É muito ruim não ter nada acontecendo nas casas. Não há definição do uso para algumas áreas e outras estão sendo utilizadas para coisas que não dão acesso ao público, como o arquivo por exemplo. Também já solicitei a RioLuz uma iluminação cênica para que possamos chamar a atenção de quem passa pela rua.

Aberto a propostas

O valor estimado para construção das salas é de R$ 1 milhão, que Daniel está levantando por meio de sócios e parceiros que acreditam no projeto idealizado por ele. A idéia do empreendedor é que o café seja um refúgio para os moradores de Laranjeiras que não encontram no bairro um lugar que conjugue diversão, entretenimento e culinária num ambiente um pouco mais refinado.

- Normalmente essas pessoas encontram isso em bairros como Ipanema e Leblon. Laranjeiras ainda não tem essa opção.
Quanto ao cinema, a idéia é que sejam exibidos filmes de arte e outros distribuídos pela RioFilmes. Já a sala multiuso poderá ser utilizada para exposições, ensaio de grupos de teatro, entre outras atividades.

- Tenho sido muito procurado por pessoas que têm projetos interessantes. Estou aberto a todos os tipos de proposta, mas também acho que o espaço das Casas Casadas é muito grande e pode abrigar esses projetos – conclui Daniel.




PATROCINADORES
Clique e saiba mais sobre eles












REDES SOCIAIS








FOTOS DO BAIRRO



Clique na foto...





© 2005 - 2019 Isabel Vidal
Todos os direitos reservados



Jornal da AMAL
ano 27 - nº 219
junho-julho/07