www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO



A Arte Zen
Detalhes
Gastronomia
Notícias do bairro
Peripatos






Matérias publicadas de 2005 à 2007 sobre:
Bairro
Cultura
Gente



APOIOS E SIMPATIAS
Clique nas imagens e saiba mais sobre cada um deles



-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------

/Notícias do Bairro

Bairrodaslaranjeiras, 27/03/08

Blá blá blá por blá blá blá e a minha fauna KIT


Esta semana, uma pequena visão distraída do cotidiano que me envolve, provocou uma série de conexões em meu cérebro. Era cedinho de um dia de todo dia. Na minha rotina incluía abrir a janela do quarto para deixar o ar fresco entrar. Isso mesmo, 40 graus e eu durmo de janelas fechadas, barreira contra pequeninos seres maus da madrugada. Ar refrigerado? Nem pensar, quem se esforça por mim é o pequeno ventilador que balança sua cabeça louca pacientemente pra lá e pra cá, a noite toda.

Abri a janela e registrei o pequeno porquinho mineiro me olhando - Porquinho Mineiro??? Ok, talvez ele não seja mineiro, é daqueles que a gente vê por ai no centro da cidade enchendo as carriolinhas dos vendedores ambulantes - um cofrinho de barro. Lá estava ele no beiral da janela me olhando como se quisesse entrar... aquilo ficou na minha memória RAM circulando... um animal querendo entrar?!?!. E a manhã seguiu sua rotina até eu me sentar no computador e dar de cara com aqueles seres alados. Nunca tinha me sentido tão kit. Não sou do tipo que gosta de pinguin de geladeira, mas ali estavam empuleirados sobre o meu computador a pequena galinha verde (de clipe), o pavão de Santa Teresa, a abelinha de imã e o pintinho que ganhei de lembrança quando sai do escritório. Pintinho??? Algum duplo sentido aquele presente devia ter, mas nunca me interessei em pesquisar sobre o assunto.

Aquele bando de animaiszinhos sobre o meu computador me levou a verificar se existiriam outros em casa. O pior é que descobri que tenho uma infinidade de deles e todos são importantes, todos tem suas histórinhas.

Olhando ao redor, me dei conta de que a avenca que havia morrido, está feliz da vida depois que displicentemente espetei um passarinho de madeira no vaso morto. Eu não queria mais nenhum dos dois... hoje os tenho parceiros... a avenca e o passarinho.

No quarto tenho pequeninos seres: um tamanduá, uma galinha e seus pintinhos, uma tartaruga ipanemense, um ursinho disfarçado de coelinho e um elefantinho com gorro de papai Noel. O elefantinho era a festa das visitas do meu sobrinho, que de tanto que apertou o bonequinho, hoje o bicho não solta nem mais um urro - bramido.

No chuveiro tem uma escovinha de mikey com máscara de mergulho... o figura é um rato!!!!

Mas o que mais me surpreendeu nesta visão kit da minha própria morada foi ver no canto da sala, sobre uma caixa japonesa, o pequeno Momotaro. Momotaro, o menino que veio do pêssego, dizia a lenda contada pela minha avó. Menino???... aquilo é um urso, nunca tinha me dado conta disso. Um pequeno urso de madeira que a minha fantasia de criança aceitou como o menino que veio do pêssego. Adorei... minha avó havia enriquecido a história apontando para o bichinho e nem me dei conta. Até hoje me lembro da alegria que sentia quando ela lia histórias japonesas pra mim e pra minha irmã. Minha avó lia os livrinhos artesanais de papel de arroz e folhas duplas, costuradas a mão... desenhos japoneses antigos... fantásticos. Eu jurava que ela sabia ler em japonês, que legal!... mas um dia, já grande e depois dela ter falecido, abri um dos livrinhos e percebi que, como os doces de leite feitos trabalhosamente por ela eram comprados na esquina, os livrinhos japoneses eram escritos em português... pura mentirinha. Ela devia se divertir instigando a nossa imaginação. Boas lembranças...

Assim agradeço as histórias de cada objeto e vou manter com carinho a minha recém descoberta fauna kit.


Blá blá blássss por blá blá blássss

20/06/08 Blá blá blá por blá blá blá pra falar de valor

16/05/08 Blá blá blá por blá blá blá pra falar de café da manhã

18/04/08 Blá blá blá por blá blá blá pra falar de reciclar

27/03/08 Blá blá blá por blá blá blá e a minha fauna Kit

14/03/08 Blá blá blá por blá blá blá pra falar de celular

29/02/08 Blá blá blá por blá blá blá e a fauna de cada dia


NOTÍCIAS
publicadas em:

------------------------
2016
------------------------
2015
------------------------
2014
------------------------
2013
------------------------
2012
------------------------
2011
------------------------
2010
------------------------
2009
------------------------
2008
------------------------
2007
------------------------
2006
------------------------
2005
------------------------





PATROCINADORES
Clique e saiba mais sobre eles












REDES SOCIAIS








FOTOS DO BAIRRO



Clique na foto...





© 2005 - 2019 Isabel Vidal
Todos os direitos reservados



Variedades